UM BLOG PARA ALÉM DA LIBERDADE DA UTOPIA

sábado, 27 de março de 2010

SAUDADES DE MIM

Fonte: Google
Hoje, estive tão distante, tão longe da liberdade, tão magoado comigo, tão esquecido do mundo, tão carente de afeto, tão quadrado neste círculo da vida, tão parecido com os outros... Hoje, senti saudades de mim!

Um comentário:

Razek Seravhat disse...

Muito mais que só subjetivo é ser essencial. Penso que neste poema você foi além da essência.

Ternura Sempre!